Posts

Showing posts from August, 2018

Paulo Guedes: entrevista a El Pais (28/08/2018)

Eleições Brasil 2018 Paulo Guedes: “Bolsonaro representa a classe média, agredida e abandonada pela esquerda”Economista e principal assessor do candidato ultraconservador defende que "a expansão dos gastos públicos nos últimos 30 anos corrompeu a democracia e estagnou economia" Jornalista | Periodista - El País Rio de Janeiro 28 AGO 2018 
O economista Paulo Roberto Nunes Guedes (Rio de Janeiro, 1949) é o principal conselheiro do candidato Jair Bolsonaro(PSL), que já admitiu em diversas ocasiões não entender de economia e recorrer sempre que precisa a seu "Posto Ipiranga" — uma referência a um comercial da TV no qual o posto é a resolução para tudo. Trata-se de uma parceria que até pouco tempo atrás parecia improvável, já que Bolsonaro, nostálgico da ditadura militar, sempre adotou posições estatizantes e intervencionistas na economia. Já Guedes é PhD pela Universidade de Chicago, berço dos Chicago Boys, economistas que na segunda metade do século XX influenciaram as re…

Polarizacao Bolsonaro-Lula - Revista Veja

Image
sexta-feira, 24 de agosto de 2018
A eleição do pavor  O susto é geral As pesquisas, que mostram a liderança de Lula e Bolsonaro, assustam quase todos os segmentos do eleitorado e derrubam teses a respeito dos rumos da disputa Por Edoardo Ghirotto e Daniel Pereira | Revista Veja Os resultados das últimas pesquisas eleitorais — as primeiras feitas depois do início dos debates de candidatos na TV — conseguiram a façanha de produzir uma sucessão de sustos. Os levantamentos dos institutos Ibope e Datafolha, feitos entre os dias 17 e 21, apontaram o crescimento ininterrupto de um candidato preso, o fortalecimento de um radical de direita e a inércia perene dos concorrentes situados mais ao centro do leque ideológico. As três variáveis juntas fizeram com que antipetistas se assombrassem diante da possibilidade de o ex-presidente Lula eleger um novo poste; democratas estremecessem ao constatar que Jair Bolsonaro (PSL) hoje tem lugar garantido no segundo turno; e o mercado financeiro se dissolvesse…

Política Externa: contradicoes dos candidatos Alckmin, Bolsonaro e do PT - Patricia Campos Mello (FSP)

A maravilhosa política externa do Alckmin, do Bolsonaro e do PT Ana Amélia quer trocar silêncio sobre envenenamentos russos por venda de carne; PT endossa 'democracia' venezuelanaPatricia Campos Mello Folha de S. Paulo, 10 de agosto de 2018 A senadora Ana Amélia (PP), candidata a vice na chapa do tucano Geraldo Alckmin, acha que tudo bem o governo brasileiro fechar os olhos para a mania da Rússia de sair envenenando as pessoas com armas químicas, desde que o Brasil fature alguns milhões de dólares por não condenar o Kremlin.  “Quando houve aquele episódio na Inglaterra do envenenamento do russo (Serguei Skripal, que foi envenenado junto com a filha comNovichok), vários países, a começar pela Inglaterra, impuseram sanções à Rússia, sanções de natureza econômica. O Brasil não fez nada, não teve nenhum gesto e a Rússia mantém o embargo à carne suína brasileira”, disse a senadora em entrevista à Reuters nesta semana. O mercado russo está fechado para a carne suína brasileira há oi…

Ciro Gomes, o candidato antieconômico - Samuel Pessoa

Ciro Gomes e a Alemanha Não ocorre a Ciro que o salário na Alemanha é alto porque a produtividade é alta FSP, 19.ago.2018 às 2h00
Ciro Gomes tem criticado muito a reforma trabalhista do governo Temer. Também tem citado a Alemanha como a economia com boas práticas no mercado de trabalho.
Todo o argumento surpreende. A reforma não foi feita pelo governo Temer, mas resulta de esforço do Congresso Nacional. A partir de um projeto tímido enviado pelo presidente Temer, o Congresso desenhou uma lei muito mais abrangente.
Adicionalmente, Ciro confunde totalmente a causalidade. Parece que considera que foi a legislação trabalhista da Alemanha que produziu os elevadossalários do país. Não lhe ocorre que a produtividade no país é alta—bom ambiente institucional e escolaridade de excelente qualidade, entre tantos outros motivos— e que essa é a causa dos elevados salários. 
De fato, o produto por hora trabalhada na Alemanha em 2017, segundo a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômi…