Posts

Showing posts from May, 2018

Bolsonaro na frente tambem em Sao Paulo; e ganha com a saída de Joaquim Barbosa

Pesquisa revelada em 29/05/2018:

Ibope: Bolsonaro na frente também em São Paulo Na pesquisa eleitoral feita pelo Ibope em São Paulo, para a Band, Jair Bolsonaro lidera entre os candidatos em liberdade, sem condenação em segunda instância, dentro do preconizado pela Lei da Ficha Limpa. Eis os resultados: Jair Bolsonaro: 19%; Geraldo Alckmin: 13%; Marina Silva: 9%; Ciro Gomes: 3%. .-.-.-.-.-.-.-.-. Só Bolsonaro ganha com renúncia de Joaquim Barbosa29.05.18Os eleitores de Joaquim Barbosa migraram para Jair Bolsonaro. É o que mostra a pesquisa do Ibope em São Paulo. Os candidatos a presidente mantiveram os mesmos números da pesquisa anterior, realizada em abril. Exceto Jair Bolsonaro, que ganhou de quatro a cinco pontos – a metade do que tinha Joaquim Barbosa

Demagogia eleitoral e oportunismo politico não são atitudes aceitáveis em Bolsonaro - Jose Fucs

Eis a postagem do repórter José Fucs em seu blog BR18:
Do Fucs: O oportunismo eleitoreiro de Bolsonaro Blog BR18, no Estadão, 27/05/2018, 13h44
O apoio ao protesto dos caminhoneiros confirma, para quem ainda tinha alguma dúvida, a verdadeira face de Jair Bolsonaro, já bem conhecida dos observadores mais atentos de sua atuação na vida pública. Por trás da imagem do JB paz e amor que ele tenta vender aos incautos, o que se observa é a ação de um “incendiário” que aposta no caos social, como os terroristas de extrema esquerda e de movimentos como MTST e MST, que ele tanto critica (com fundamento). Por trás de sua propalada conversão liberal, o que se vê é o velho JB estatista e corporativista, que defende privilégios inaceitáveis para grupos de interesse, reproduzindo de forma constrangedora a conduta do PT e de outra organizações de esquerda, seus maiores adversários. Em vez de pensar no Brasil, JB abraça o populismo que nos levou à bancarrota e o mais repugnante oportunismo eleitoreiro pr…

A apatia do eleitorado - Editorial Estadao, 21/05/2018

APATIA DO ELEITOR 

Editorial Estado de S.Paulo, 21/05/2018

 1.  Há na política nacional um clima de apatia e desencanto. Em menos de cinco meses haverá eleições e o cidadão mostra-se reticente com suas preferências. “Os eleitores estão sem perspectiva de melhora”, diz Márcia Cavallari, diretora executiva do Ibope Inteligência. “Não conseguem ver como sair desse lugar em que estamos, não conseguem enxergar uma luz no fim do túnel.”

2. O fenômeno da apatia com a política tem traços paradoxais. Nos últimos dois anos, o brasileiro experimentou uma melhora da situação econômica e social do País, que foi em boa medida resultado da mudança do governo federal. O impeachment de Dilma Rousseff serviu de ocasião para retificar os rumos da política econômica, com efeitos diretos sobre a inflação, o emprego, os juros, o consumo. Ainda há muito a fazer, mas a situação do País hoje é incomparavelmente melhor do que há dois anos. Há evidências empíricas, portanto, de que o modo como o País é governado t…

Candidato Bolsonaro condenado por declarações racistas, discriminatorias

MPF pede que Bolsonaro pague R$ 300 mil de indenização por declarações ofensivas Órgão deseja ampliar em seis vezes o valor de indenização que a Justiça decidiu que Bolsonaro deve pagar pelas declarações Alexandre Leoratti JOTA, 22/05/2018 – 16:55
O Ministério Público Federal (MPF) pediu que a Justiça Federal eleve o valor da indenização por danos morais coletivos ao deputado federal e pré-candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) por declarações consideradas ofensivas às comunidades quilombolas e à população negra.  O MPF pede para que a sanção seja de R$ 300 mil. O MPF alegou que a indenização depende da gravidade e capacidade econômica do réu, pois a legislação firma que o cálculo deve obedecer aos critérios da solidariedade e exemplaridade.  Em outubro do ano passado, a 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro obrigou Bolsonaro a pagar R$ 50 mil pelas declarações feitas durante uma palestra no Clube Hebraica-Rio, em abril de 2017. Na apelação do MPF após a primeira sentença

Oportunismo eleitoral e paradoxos partidarios - Cesar Maia

ELEIÇÕES: OPORTUNISMO E PRAGMATISMO CRESCEM MUNDO AFORA!

1. Nesta semana, na Itália, o MV5 -antissistema-, que obteve uma vitória  por maioria simples, e a Liga Norte, que no bloco majoritário da direita foi a mais votada, fecharam um acordo para formar maioria parlamentar e assumir o governo italiano. 

2. Mas, para isso, deixaram de lado seus conflitos ideológicos e abriram mão de suas principais bandeiras que os levaram à vitória, como a rejeição ao Euro e a União Europeia.

3. Até se entende que durante o processo eleitoral os candidatos ou partidos flexibilizem seus programas, de forma a construir maioria que os leve a vitória e a governabilidade. O ponto que caracteriza oportunismo e pragmatismo é quando uma vez eleitos alterem seus compromissos de campanha de forma a construir uma maioria artificial para assumir o governo. 

4. Em Portugal foi assim. A centro-direita do primeiro ministro Passos Coelho venceu com maioria simples. A centro esquerda do Partido Socialista ficou sem maiori…

Politica Externa e eleicoes presidenciais no Brasil - Hugo Agra (Mundorama)

Política Externa e as eleições presidenciais de 2018 no Brasil, por Hugo Agra16/05/2018MundoramaPolítica Externa Brasileira0 Há uma constante perpetuação do entendimento que os temas de política externa nas eleições presidenciais no Brasil são de baixa relevância ou pouco contribuem para angariar votos. A distância que foi estabelecida desse tipo de política para outras políticas públicas pode ser em parte respondida pela ação que diplomatas e militares tiveram para transformar temas de política exterior em políticas de Estado e não de governo. O “insulamento burocrático” (CHEIBUB, 1985) do Itamaraty foi reforçado e perpetuado pelo próprio corpo diplomático que não viam com bons olhos a participação de outsiders aventureiros da política brasileira administrando burocracias na Esplanada dos Ministérios, o que também ajudou a transformar o Ministérios das Relações Exteriores (MRE) em um dos ambientes mais qualificados e respeitados da administração pública federal. Nas eleições preside…

Bolsonaro apreciado pelos capitalistas - Bloomberg News

Bloomberg, May 16, 2018 Traders (Secretly) Love the Most Offensive Candidate in Brazil Aline Oyamada and Julia Leite
The laughter and the applause could be heard all the way down the hall, where the press had been instructed to stay. Loud, spontaneous outbursts of glee that came in waves -- one after another -- over the course of 90 minutes.
The speaker: Jair Bolsonaro, the radical firebrand running for president in Brazil. The venue: BTG Pactual’s annual conference in the heart of the Sao Paulo financial district. Attending the lunchtime speech were some of the best and brightest from the country’s top financial firms. Currency traders and stock analysts and investment bankers.
Off the record, attendees beamed as they recalled how Bolsonaro’s biggest applause lines came from insults directed at the much despised former president, Dilma Rousseff, and promises to crack down on rampant crime in the slums. On the record, though, they said next to nothing. No one would publicly acknowledge the…

Sondagens eleitorais: pesquisa CNT (12/05/2018)

Image
Bolsonaro derrotaria qualquer candidato, mostra pesquisa CNT/MDA. Posted: 14 May 2018 01:28 PM PDT Sem Lula na disputa eleitoral, Jair Bolsonaro derrota qualquer candidato nos mais diversos cenários do segundo turno. No cenário mais dramático (disputa com Marina) o resultado seria exato empate técnico: CENÁRIO 1:  Jair Bolsonaro 28,2 % Ciro Gomes 24,2 % Branco/Nulo: 37,8 % Indecisos: 9,8 % CENÁRIO 2:  Jair Bolsonaro 27,8 % Geraldo Alckmin 20,2 % Branco/Nulo: 42,5 % Indecisos: 9,5 % 
Pesquisa CNT/MDA mostra Alckmin estagnado em 5,3% Posted: 14 May 2018 07:39 AM PDT A pesquisa CNT/MDA vem mostrando que as posições dos candidatos ao Planalto mudram pouco entre uma pesquisa e outra. A de hoje, no caso de Geraldo Alckmin, mostra que ele oscilou de 5,4% para 5,3% em dois meses. O tucano não se move. Mas praticamente ninguém se moveu.
O preso corrupto Lula da Silva bate qualquer um nas eleições para o Planalto Posted: 14 May 2018 09:56 AM PDT Caso o réu condenado e preso como corrupto Lula da …

Roberto Mangabeira, assessor do candidato Ciro Gomes - entrevista

Ajuste vai viabilizar a reindustrialização, diz Mangabeira Por Maria Cristina Fernandes/Valor Econômico, 11/05/2018

O filósofo Roberto Mangabeira Unger conheceu o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, quando este ocupou o governo do Ceará, nos anos 1990. Ciro tornou-se padrinho do mais velho de seus quatro filhos, Gabriel, hoje com 28 anos. De lá pra cá, não o largou mais. Mangabeira participou da formulação dos planos de governo de todas as suas campanhas presidenciais e divide, com Ciro, a autoria de "O próximo passo: uma alternativa prática ao neoliberalismo".

Com o apoio do seu partido, aos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, tornou-se ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos. Em 2009, deixou o governo e voltou para Harvard, onde começou a lecionar em 1972, aos 25 anos, tornando-se o professor titular mais jovem da história da instituição.

Aos 71 anos, viúvo, este carioca de inconfundível sotaque ianque, tem sempre um brasão da …

Bolsonaro dispara no Rio de Janeiro, ultrapassando Lula

Image
Segundo matéria de capa do Jornal do Brasil de hoje, sexta-feira 11 de maio de 2018, Bolsonaro disparou no Rio de Janeiro :
Foram ouvidos 1.850 eleitores sobre a disputa presidencial. As entrevistas aconteceram entre 4 e 9 de maio.
Já na disputa pelas duas vagas ao Senado, Flávio Bolsonaro (PSL) lidera a disputa com 32,3% das intenções de voto, seguido por Cesar Maia (DEM), com 20,6%, e Martha Rocha (PDT), com 20,4%. Chico Alencar (PSOL) aparece com 16,3%, seguido por Lindbergh Farias (PT), com 15,5%, e Eduardo Lopes (PRB), com 6,4%. Sérgio Zveiter (DEM) tem 6,3% dos votos.